quarta-feira, 11 de junho de 2008

8bit-mania

Eu nasci a meio dos anos 80. Como a grande parte das pessoas da minha geração, quem me educou não foram os meus paizinhos. Fui educado pela Sra. Sega e a Dona Nintendo.

Foram tardes muito bem passadas em exercícios didácticos de repetição e preserverança que me ensinaram o que é a vida! Foi com a NES, a Mega-Drive e as arcadas que adquiri com o suor, os calos nos dedos e muita, muita dedicação as mais importantes habilidades que possuo hoje. Não duvidem que se um dia a terra for invadida por aliens, eu e muitos outros estamos mais que prontos para defender o planeta ao comando das nossas fiéis naves espaciais. Custem os créditos que custarem!

Para quem cresceu a jogar, tal como eu, é quase fetish a música que acompanhava os joguinhos das consolas de 8bits. Devido às limitações técnicas de cartuchos e máquinas que permitiam muito poucas notas tocadas ao mesmo tempo, os programadores da época eram obrigados a arranjar soluções para tornar interessantes as músicas dos seus jogos. Uma solução recorrente eram as linhas melódicas tocadas a velocidades humanamente impossíveis, característica comum em grande parte das "bandas sonoras" dos jogos.

Hoje em dia há uma quantidade absurda de tributos à "musica de 8bits", desde bandas que tocam as músicas dos jogos mas com instrumentos a sério, até bandas que tocam originais mas com synths que simulam os sons das consolas.

O post de hoje foca-se num nicho um bocado diferente, mas que graças ao youtube também não peca por falta: as covers de músicas em versão 8bit.


Master of Puppets




Cowboys from Hell




Stairway to Heaven




Estes também são brutais:
Beat It
Always With Me Always With You

1 comentário:

Day Tripper disse...

Graaaande moca :| realmente arranjavam cada solução mais marada...a stairway to heaven tá do bufo!